Tons neutros, afinal o que significam?

Tenho 7 dicas para você melhorar seus ambientes nestes tons

Os tons neutros mais usados são os beges e cinzas, mas nesta lista estão também o branco, o preto e o marrom. Quando usamos paleta clara, o que chamamos tons off-white, ou aqueles branquinhos colorizados suavemente. O resultado de uma composição monocromática, ou numa única cor, neste caso que estamos tratando, em uma cor neutra ou uma combinação de tons sem contrastes entre as cores de um ambiente.

Quando usamos a paleta neutra em tons claros, deixamos o ambiente maior, mais claro,  muito elegante e aconchegante. 

O efeito causado em nosso emocional é um sentimento de segurança e estabilidade.

A sensação de aconchego fica em alta quando incluímos a paleta do marrom ou padrão madeira.

Não deixe de ler também os artigos Cores Calmantes e Cores Ativantes e Energéticas, que estão neste Blog, para ter um panorama geral sobre cores.

Entendendo o que é matiz e nuance de uma cor

Matiz ou nuance é definido por serem os diferentes tons que passam uma mesma cor, imagine a bisnaguinha colorizando na cor verde, na sua mão e uma lata de tinta branca onde você vá pingando gotinhas de cor verde, a principio parece imperceptível, conforme você  coloque mais pigmento, o verde irá aparecer, a principio clarinho, e a cada pingo irá se tornado verde mais forte.

Neste exemplo a cor é o verde e o matiz, a composição de diluição em branco obtida.

As misturas de tinta podem receber também uma adição de preto, marrom em pequena quantidade para criar um tom menos vibrante, no ingles temos o termo “tints and shades” explicar quando damos este efeito de rebaixamento de intensidade de um pigmento.

Vamos as 7 dicas para usar bem:

1- Ao definir a cor de sua preferência, escolha os  tons que derivam-se dela, (diluição) ou olhando para as várias nuances de uma cor da sua preferência, faça um conjunto de tom sobre tom, ou seja a mesma cor em varias graduações ou tons. Esta será a base da composição de cores.

2-Para ambientes se tornarem leves visualmente, escolha um conjunto de cores claras para fazer o conjunto de tons. Veja o exemplo:

3-A cor escolhida deve ser a de sua preferência, por exemplo: Você adora o bege, ele ficará excelente compondo-se com o branco, os off-whites derivados da sua cor escolhida, um toque de marrom, amadeirados ficam muito bem harmonizados.

4-Se o seu ambiente apresenta deficiência de luz natural, a escolha de tons claros é perfeita porque irá multiplicar pela reflexão a luz natural que se tem.

5-Se a sua cidade tem clima predominantemente quente, as cores claras na paleta neutra são refrescantes, auxiliam a reduzir a percepção térmica.

6-Fazer um mix de tons 5 ou seis tons, de 3 cores de base é uma boa ideia para dar harmonia de conjunto.

7-Se você deseja um resultado elegante e um ambiente que inspire estabilidade, esta opção é para você!

A chamada paleta neutra agrada a maioria, você faz parte deste grupo?

Pelo seu efeito de estabilidade e neutralidade desta paleta neutra, agradam a maioria pois não acrescentam mais estímulos emocionais. E como sabemos que a cor pode nos trazer estímulos emocionais intensos e sem intermediários, o motivo secreto é este.

Para deixar a ideia mais clara, num momento que estamos irados com uma situação que ocorreu repentinamente ou que veio a mente no momento, nos deparamos com uma parede em vermelho intenso, este estimulo irá se somar ao nosso estado de stress emocional. Os resultados são previsíveis, será com certeza, mais lenha na fogueira!

Você que gosta de paleta neutra pode contar para a gente porquê, ou se não gosta também, vai ser muito bom trocar ideia sobre este assunto.

Lobby de edifício comercial, projeto integralmente desenvolvido em nosso escritório.

O conjunto de objetos e complementos dará o toque de cor

Quando temos no ambiente um universo em tons suaves, os complementos podem ser mais intensos e ousados na cor.

O ambiente é um pequeno universo e tem que ter a sua harmonia de linguagem visual, no aspecto forma, volume, cor, iluminação. Assim como na natureza, temos sempre o presente de olharmos paisagens lindas que cativam nosso olhar dado o equilíbrio visualizado, em cores e tons, luz e composição.

Já quando temos cores vibrantes ou intensas em grandes superfícies, isso demandará uma relação de subjugação de tudo (objetos, móveis, arte, acessórios) que entrar no ambiente em relação a esta cor dominante.

Muito bem, agora você já sabe como pensar em sua composição de cor, se houver duvida e precisar de ajuda, agende seu horário on line!

Espero que tenha gostado do artigo, obrigada pela sua presença.

Beijos

Agende sua consultoria on line, tire suas dúvidas e melhore seus ambientes!


Cores ativantes e energéticas

Como tirar proveito delas e dar um tchau para o marasmo e o tédio

As cores como o vermelho, laranja e amarelo são vibrantes e enchem o nosso ser de energia e nos deixa prontos para a ação, são um verdadeiro banho de energia só de olhar para elas. Realmente são cores ativantes e energéticas.

Ao ver uma parede pintada na cor laranja por exemplo, somos tocados por sensação de acolhimento, disposição, energia, assim similarmente acontece com o amarelo e vermelho.

A cor, como já disse, é uma linguagem que não encontra barreira para chegar diretamente nas nossas emoções. Assim que as vemos, imediatamente este processo de comunicação se inicia e nos sensibiliza de modo especifico, nos transmitindo calma, agitação, energia, introspecção ou tantas outras emoções, dependendo da cor que olhamos. Essas emoções são desencadeadas pela visão das cores que geram reações promovidas no nosso interior, que podem ser benéficas ou não, pois como já vimos a cor tem um contexto ou significado universal e pessoal, ao memo tempo, porém a impressão pessoal se sobrepõe totalmente ao contexto universal.

Estamos em um período difícil causado pelo isolamento prolongado, além das dificuldades e dúvidas em relação ao Covid19 e todas as suas incertezas do retorno as atividades. Por isto, temos que tirar proveito de tudo que estiver ao nosso alcance para melhorar a nossa rotina e termos sensação de bem-estar e qualidade de vida, além de reduzir o tédio ou sensações depressivas de modo natural. Tudo isso pode ser atingido por meio dos nossos sentidos, quando bem utilizados os seus mecanismos.

Entenda melhor como as cores funcionam

De maneira bem simplificada podemos dizer que através da visualização de uma cor, nosso sistema nervoso, recebe estes sinais eletromagnéticos e estes provocam no nosso organismo, respostas especificas com sentimento/emoção correspondentes.

Veja só que poder!  Cor ao ser vista, já recebemos a sua informação como se fizéssemos um “download” do pacote de informação no nosso ser, através de nossos sentimentos e emoções.

Com as cores quentes, podemos nos energizar e aumentar nosso ânimo, além de incrementar a ação e o dinamismo.

Sabe aquele momento que parece difícil sair do lugar para fazer algo que foi planejado?

Pois é, momento bom para visualizar cores de ação.

No artigo anterior, citei as cores frias, que serenizam e acalmam, vale ler, se você já não o leu. 

Somente temos que escolher as cores certas para a finalidade esperada.

As cores quentes e energéticas, com saturação intensa ou, digamos, cores em que o pigmento colorido esteja fortemente presente, resultando em uma cor forte e densa. Popularmente tem até a expressão “carregou na tinta”, enfatizando a força da emoção ou situação.

Quanto mais a saturação de pigmento estiver presente maior o efeito nos nossos sentimentos.

O trio citado, vermelho, amarelo e laranja, consideradas cores que têm este efeito energizante em nosso sistema nervoso, trazem imediatamente para nós, calor, intensidade, ação e movimento, energia.  

As cores quentes

As cores podem ser classificada pela sensação de temperatura que provocam. 

Por isso falamos cores frias, cores quentes, cores neutras.

Podemos concluir que as cores quentes ou seja vermelho, amarelo e laranja são vibrantes, energéticas conforme cita o trecho do artigo abaixo sobre o vermelho:

“Segundo Farina (2006, p. 99) a cor vermelha ”Possui grande potencia calórica, aumenta a tensão muscular e a pressão sanguínea. […] É uma cor quente e bastante excitante para o olhar, impulsionando a atenção e a adesão aos elementos em destaque.” 

Por serem tão potentes em seus efeitos, devem ser usadas estrategicamente nos ambientes, em quantidade suficiente para provocar o estímulo positivo, pois sabemos que quando há uma cor usada em demasia, o ambiente proporcionará os efeitos negativos desta cor, por excesso de saturação ou monotonia ou pela falta de equilíbrio entre cores,  causando uma desarmonia.

Recomendo o cuidado não só com as cores quentes, mas com todas elas pois cada uma tem seu efeito negativo quando mal usadas, não são só flores como diria o ditado popular.

O que cada uma das três significa positiva e negativamente

  • O vermelho significa calor, paixão, intensidade mas seu excesso pode denotar agressividade, impaciência, palpitações.
  • Já o amarelo significa brilho, alegria, expansividade, ótima para manter o foco em estudos ou leituras. Porém seu excesso remete a irritação e covardia, quem já não ouviu a expressão: Ah, tal pessoa amarelou.
  • O laranja é cor de ação impulsiva, transformadora, estimula o apetite, a criatividade, dá uma forte sensação de acolhimento. Já seu lado negativo, no uso excessivo é nervosismo, ansiedade e descontentamento.

Curiosidades sobre o vermelho e amarelo

O vermelho captura a nossa visão, sendo assim uma das cores mais visíveis, perdendo apenas para o amarelo. Isto explica estar em caminhões do bombeiro, sinais de pare, pois chamam realmente a nossa atenção.

Para focar na cor vermelho, os olhos usam a parte de trás da retina, o que força a lente ficar mais convexa, dando uma impressão de que estas áreas da cor estão avançando, em movimento.

O vermelho é ativo e vibrante, veja como ele fica em evidência no espaço.

Como usar bem as cores

Assim como quando vamos montar nosso prato para almoçar e pegamos um pouco de cada alimento fazendo um prato colorido para uma boa nutrição, a cor da mesma forma deve nos oferecer estímulos variados em quantidades equilibradas para uma boa manutenção de nosso humor.

O uso da cor no ambiente, é a soma de arte e conhecimento técnico, pois vão desde as considerações estéticas, passando por volumetria, geometria, equilíbrio das massas, simetria, iluminação, estratégia visual, hierarquia de atenção.

A cor é um dos itens importantes do conjunto de projeto e não há como ter resultados maravilhosos sem um bom planejamento.

Se você precisar de ajuda, dê um alô pois posso te orientar.

E você gosta de cores energéticas? 

Deixe seu comentário.

E obrigada por estar aqui no nosso blog.

Beijão

Maitê Orsi

https://www.alldesignrp.com.br/contato-localizacao